fbpx
Menu Fechar

Auto Cuidado

Quando temos um mindset de cuidador, não nos podemos esquecer que primeiro temos que cuidar de nós. Não cuidar de nós, implica ter menos condições para cuidar dos outros.

Quando não temos tempo para cuidar de nós, temos menos motivação, menos energia, menos concentração, menos disposição para enfrentar o dia a dia. Por outro lado, quando o fazemos criamos um estado que nos dá disponibilidade mental, maior motivação, maior energia, maior concentração e maior disposição para enfrentar o dia a dia.

Por isso, investir no nosso bem-estar é também investir nos outros. Se estivermos bem, contagiamos quem está à nossa volta, damos o exemplo… 

Em determinada altura, como mãe, percebi que tinha que cuidar de mim, que o meu “bem-estar” também ajudava no “bem-estar” dos que me rodeavam e que o meu desgaste também desgastava a família. E se eu me sentisse bem comigo mesma, a minha relação com os outros seria melhor!

Não tenho duvidas que cuidar de nós é também cuidar dos nossos filhos!

 PROPOSTA: SERMOS MÃES DE NÓS PRÓPRIAS

A parentalidade consciente convida-nos a sermos mães de nós próprias, a encontrarmos o nosso equilíbrio e assim conseguirmos estabelecer relações mais saudáveis e menos tóxicas.

A minha mensagem para ti é:

❥ Sê gentil contigo própria – quando alguma amiga precisa de ti, gostas de lhe dar apoio, de dar um colinho… faz o mesmo contigo;
❥ Pratica a autoaceitação; (aceita-te tal como és, aceita a tua imperfeição, somos todos imperfeitos)

❥ Não tenhas medo de mostrar vulnerabilidade a quem tu escolhas ( falei-te no 1. Programa desta série – Coragem de ser imperfeito)

❥ Pratica a auto compaixão (sê compassiva contigo, perdoa-te, afasta o julgamento e os sentimentos de culpa – Deixei de sentir culpa  ……..) – olha para ti com o mesmo carinho, amor, cuidado e gentileza com que olhos para as pessoas que mais amas, oferece espaço para falhas e erros seja como mãe, seja como pessoa.

❥ Escuta de forma empática a tua voz interna – a tua voz interna diz te quando precisas de tempo para ti

❥ Reconhece e aceita as tuas emoções, e dá atenção plena às tuas necessidades – O que acontece quando te sentes cansada e não atendes às tuas próprias necessidades?

Eu fico muito resmungona, sem paciência para os outros (que não têm culpa)

❥ Cria um espaço para ti, o teu espaço, o teu tempo… Cria o teu “momento EU”. Um momento só teu em cada dia, define meia hora, uma hora, 10 minutos o que for possível e no horário que for mais adequado. Usa-o para fazer o que te apetecer, o que te fizer sentir bem… 

Partilho ainda uma estratégia para quando te sentires cansada /desgastada ou até para tornares uma prática diária (por ex. ao deitar):

    1. Parar

    2. Respirar fundo

    3. Do que é que eu preciso agora? Qual é a minha maior necessidade?

 Cuida de ti!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *