fbpx
Menu Fechar

Mãe consciente sim… mãe perfeita não…

caminho da parentalidade consciente - mães conscientes

Considero-me uma mãe consciente, não sou perfeita (ninguém o é), longe disso … nem o quereria pensar, quero ser autentica, genuína, com todas as coisas boas e menos boas. Com todas as “falhas” inerentes ao ser humano.  Mas sou atenta. Observo, conheço-me, reflito, aprendo e procuro melhorar.Sou uma mãe confiante e acredito que faço o melhor que posso e sei, e em cada momento:  * Guio-me pelas minha intenções enquanto mãe.  * Guio-me pelos valores base da Parentalidade Consciente.  * Procuro estabelecer uma relação forte e saudável com as minhas filhas.  * Procuro estar presente e conectar-me, comigo e comLer mais

Tenho um adolescente em casa, e agora?

como funciona o cerebro do adolescente

Encaras a adolescência como o teu maior desafio enquanto mãe? Respira fundo e vamos conversar um pouco…Neste momento tenho 2 adolescentes em casa, as minhas gurus e maiores inspirações. A mais velha já tem19 anos, mas a mais nova com 13 anos está a entrar na chamada fase “critica” da adolescência.Mesmo já tendo vivido a experiência anterior de uma adolescente sinto que o que me faz realmente encarar esta nova etapa de uma forma mais tranquila é a maior consciência que tenho das minhas intenções enquanto mãe.Por um lado, a prática da Parentalidade Consciente, das atitudes que integrei ao longoLer mais

Que mães somos, que mães queremos ser?

que mães queremos ser - caminho da parentalidade consciente

Um exercício de Parentalidade Consciente… Esta foi a primeira reflexão que fiz quando tomei contacto com a Parentalidade Consciente. Qual a minha intenção enquanto mãe? Que valores quero passar às minhas filhas?Ser mãe é a maior aventura do mundo. O desafio de ser mãe é viver plenamente todos os momentos, bons e menos bons, em conjunto com os nossos filhos, aprendendo e crescendo com eles.A Parentalidade consciente é tanto sobre os nossos filhos como sobre nós, pais. É sobre o percurso que fazemos para nos desenvolvermos também enquanto pessoas. É uma verdadeira jornada de autoconhecimento…​Todos os momentos, por mais difíceis eLer mais