fbpx
Menu Fechar

Hábitos diários de conexão

Uma das coisas mais importantes, se não “a” coisa mais importante, na relação que temos com uma criança é o nível de conexão: é o nível de conexão que a criança sente que vai influenciar ou até determinar a forma como ela se comporta também connosco! 

A melhor forma de criarmos uma ligação forte e segura com os nossos filhos (com efeitos a curto, médio e longo prazo nos seu bem-estar, auto-estima e comportamentos ) é construir hábitos diários de conexão.

Aqui ficam algumas sugestões para te conectares com o teu filho (dicas adaptadas do blog da Laura Markham (ah ah parenting).

  • ABRAÇOS ou contacto físico, todos os dias!

Demonstrar afeto fisicamente é uma das maneiras mais naturais de manter uma relação próxima – isso sem contar que o toque estimula terminações nervosas na pele que promovem o bem-estar.

Por isso, um abraço ao acordar, outro ao deitar… Um abraço na despedida a sair para a escola outro quando nos voltamos a encontrar. Uma festa no cabelo,  uma massagem meiga nos ombros, olhar nos olhos e grandes sorrisos.

Se a criança não gostar muito de ser abraçada e  beijada, respeita e não forces, nunca se deve forçar uma criança ao contacto físico. 

  • BRINCAR

Brincar, rir com facilidade. Rir alto, sem medo, rir dos disparates, dos enganos, das imperfeições.

Fazer danças malucas no meio da sala ou inventar um jogos, contar anedotas, fazer do riso e do humor um habito diário cria à criança o hábito de também o fazer, de se soltar e libertar ansiedades e preocupações.

Resiste à tentação de organizar o dia com atividades muito estruturadas e permite que passem tempo em alguma atividade fisica ou jogo que surja de forma espontânea e vos faz rir!

  • Entra EM MODO OFF ( na tecnologia) – Quando estás com a criança deixa que ela seja a tua prioridade

Deixa que telemóveis, computadores e iPads estejam longe em muitos momentos com as tuas crianças. Até o desligar da música no carro pode ser um poderoso convite à conexão, uma forma simples de eles perceberem estou atento a ti e disponível para te ouvir ou para te contar do meu dia.

  • Conexão Antes da Transição

Talvez já tenhas reparado o difícil que é levar as criança a deixar de fazer o que está a fazer, principalmente quando estão a brincar, para ir para o banho por ex. — parar de tomar banho para se ir vestir — sair da escola para ir para casa, etc

É preciso criamos momentos de conexão para essa transição ser mais serena.

Uma forma poderosa de conseguirmos mais colaboração e que se traduz num momento de conexão, é por ex. baixares a tua postura corporal ao nível da dela, estabelecer contacto visual ou físico, usar o seu nome e reconhecer o que ele está a fazer e o prazer ou a necessidade que a atividade está a colmatar.

Explicar depois, usando uma linguagem pessoal e autêntica, os teus motivos e fazendo o teu pedido, agradecendo a colaboração 

  • Deixa a criança exprimir as suas Emoções

Nem sempre as crianças se sabem exprimir da melhor forma, porque não sabem gerir o turbilhão de emoções que muitas vezes sentem. Por isso precisam da nossa ajuda.

O que nós, enquanto pais e adultos temos que fazer, é mostrar às nossas crianças que as emoções delas não assustam, que são bem vindas e que temos auto controlo suficiente para as acolher (não entramos no caos mas trazemos serenidade e calma para o momento).

Quando fazemos isso, ajudamos a “curar” o que as magoa e isso vai fortalecer imenso a nossa relação. São estes os momentos em que podes mostrar amor incondicional, compaixão, e que lhes podes mostrar que podem confiar em ti como um porto seguro. Que podem contar contigo para partilhar o que magoa, o que as faz sentir tristes, enerva, etc.

Mostra-lhes que podem chorar sem serem criticadas..

As emoções reprimidas podem ter consequências graves. Reconhece os sentimentos, oferece compreensão e não tentes salvar ou resolver a situação. Cria espaço para as emoções e para a criança descobrir dentro de si os recursos de que precisa, mostrando suporte, respirando de forma relaxada. Sê o exemplo que a criança vai modelar.

Os laços afetivos são fundamentais para que as crianças cresçam saudável e felizes. O dia a dia está cheio de oportunidades para reforçar a conexão entre pais e filhos.

Sugestão : A rotina com crianças é cheia de regras e horários. Mas um pouco de flexibilidade faz bem também! Essas situações ensinam o teu filho que é importante ser flexivel na vida e ainda vão criar boas lembranças para vocês!

Aproveita cada momento presente que tens – é o único em que te podes conectar! desacelera nas tarefas diárias e desfruta dos momentos.

Até já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *