Menu Fechar

O desafio da Parentalidade Consciente – Mudança de Mindset

Artigo escrito para a Revista Mindset Magazine de Abril.

Quando conheci a Parentalidade Consciente e me propus a um conjunto de reflexões que nunca tinha feito, percebi como a parentalidade pode ser muito mais serena e menos desgastante se houver uma mudança de mindset. 

Essa mudança implica transferir o nosso foco da forma como podemos moldar os nossos filhos para o foco na forma como nos podemos transformar em melhores pessoas, e assim nos podermos tornar o apoio e o porto seguro que os nossos filhos necessitam.

Na realidade, nesta fase, tomei consciência de como cresci e evolui como pessoa desde que sou mãe e que é às minhas filhas que devo o meu maior crescimento como pessoa. 

Foi nessa vivência diária da parentalidade que cresci e me descobri.

Parentalidade é sobre nós, pais. É sobre o percurso que fazemos para nos desenvolvermos também enquanto pessoas. É uma verdadeira jornada de autoconhecimento.

Se aceitarmos o desafio e a oportunidade que os nossos filhos nos oferecem podemos impulsionar a nossa transformação pessoal. Os nossos filhos são uma dádiva da vida e podem promover o nosso crescimento e transformação para sermos sempre pessoas melhores!

Estando despertos e conscientes para o que se passa dentro de nós, não só como pais mas essencialmente como pessoas, podemos crescer, mudar e evoluir em conjunto com os nossos filhos.

“A Parentalidade Consciente é uma prática diária e vitalícia de autodescoberta, em que somos testemunhas atentas da nossa inconsciência e do nosso próprio comportamento, no reflexo que os nossos filhos nos devolvem, para que assim a possamos integrar.”

Todos os momentos, por mais difíceis e desgastantes que sejam, tem o potencial e são uma oportunidade para nos ajudar a crescer e a melhor conhecer os nossos filhos e a nós próprios.

Filosofia de vida

A Parentalidade Consciente não é um conceito, é uma forma de estar que se torna, sem dúvida, uma filosofia de vida.

Ser um pai/mãe consciente requer um grande trabalho interior, humildade, presença e autenticidade. Requer praticar a aceitação e a compaixão em relação aos nossos filhos e a nós mesmos. Requer estarmos preparados para deixar ir crenças e preconceitos, julgamentos, necessidade de controlo, desejo de perfeição, apego, resistência…

Aceitando o desafio de um parentalidade consciente aprendi o valor da autenticidade, da vulnerabilidade, da coragem, da aceitação, da compaixão, da empatia, da abertura, da flexibilidade…

Aprendi a olhar para dentro e a conectar-me melhor comigo e com os outros. Aprendi a fazer perguntas que me ajudam a refletir e a receber respostas que são únicas e são minhas.

Não tenho duvida que o processo de Despertar – Aprender – Evoluir – Transformar – Tornar que a Parentalidade Consciente nos permite implica um grande crescimento espiritual, assim queiramos mudar o nosso mindset.

Podes consultar a revista na integra aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *